sábado, 26 de julho de 2008

A DANÇA DOS PINGUINS

Pinguins: nós vamos invadir sua praia!!!
Não se pode mais tomar banho em paz nas praias de Salvador e da Bahia. Além dos vendedores ambulantes e dos flanelinhas, as praias agora andam infestadas de PINGUINS. Meus amados e desocupados leitores já devem ter lido no jornal, na internet ou visto na TV que os pinguins estão invadindo o litoral brasileiro. Pois bem. Na Bahia não é diferente. Ainda ontem, passando pelo Porto da Barra, notei uma aglomeração. Será briga? Será assalto? Gringa de top less? Nada disso, no meio da multidão pude ver quatro animais esquisitos. Lembrei da minha geladeira, e logo liguei o nome à pessoa: eram PINGUINS.

Os jornais locais e nacionais não param de noticiar a chegada dos pinguins à Bahia e ao Brasil como se fosse a mais nova sensação da estação. É claro que nesta época do ano eles sempre migram do hemisfério Sul para o hemisfério Norte. Mas nunca tantos de vez. Somente ontem foram encontrados 20 novos pinguins perdidos nas praias de Salvador e esse número já contabiliza mais de 140 aves este mês. Inclusive dois desses pinguins foram recuperados pelo IBAMA em duas residências (uma no bairro da Boa Viagem e outra no subúrbio de Periperi), depois da denúncia de que as aves estaria sendo colocadas à venda por 500,00 paus cada. Eta, pinguinzinho CARO!

Claro que essa situação é revoltante. Entretanto o que mais me chama atenção nessa nova marcha dos pinguins, é que nenhum jornal tenha se dado ao trabalho de investigar porquê que o número de pinguins perdidos aumentou tanto, não só na Bahia como em todo o litoral brasileiro. Para mim isso ó pode ter uma explicação: desequilíbrio ambiental. A natureza nos envia sinais. Cabe a nós perceber. Acontece que os pinguins não estão chegando aqui fugindo do frio para passar um inverno com cara de verão em Salvador. Nem estão à procura do Batman. Eles estão ficando é sem comida... O problema é que todo mundo está tão miope e tão louco que não enxerga essa situação e é bem capaz de algum pinguim desse já ter virado ensopado na panela de alguém mais faminto e menos consciente.


GRAMPO, GRAMPAO, GRAMPINHO

Li hoje nos jornais que está rolando na Internet o site http://www.grampinhonao.com/. Trata-se de um site que reproduz o ambiente Space Invaderes, um clássico jogo do ATARI, cujo objetivo é destruir marcianos invasores. Só que nesse jogo os marcianos invasores tem uma cara muito familiar para os baianos... Entrei no site e me diverti à beça! Achei muito criativo. Em tempos de período de campanha eleitoral, espero que os advogados especializados em legislação eleitoral não levem tão à sério a brincadeira e retirem o site do ar. É divertido!
Por falar em grampo, a imprensa noticiou também, com muito alarde, a afirmação do ministro da Justiça Tarso Genro de que todo o cidadão deve ter cuidado ao falar ao telefone. Só falta agora eles incluirem este ítem na Constituição Brasileira: Parágrafo único: todo cidadão deve ter cuidado ao falar ao telefone. Tão avisados!


AFOGADA EM CARTAS


Acordei hoje afogada em cartas, a maioria delas contas a pagar.
A greve dos carteiros acabou de fato.
Ô vida...

Um comentário:

Carlãozinho da Bahia disse...

Estou ferrado! Se meu celular estiver grampeado perco a combativa esposa, a outra, o emprego e até mesmo corro risco de vida se o ciumento marido da outra souber de tudo. Polícia Federal, Ministro da Justiça, juíz e outro: por favor não divulguem o miserê que já falei em meu telefone. Eu imploro clemência. Já que vocês têm meu número, favor entrar em contato antes de qualquer medida. Obrigado pela atenção.

Carlãozinho da Bahia - o desfazedor de lares (inclusive o meu)