domingo, 20 de setembro de 2009

UMA PRIMAVERA POÉTICA E QUASE MAGRA


 

"A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la".

Cecília Meireles

A primavera está quase chegando e estou aqui curtindo a preguiça na casa de minha mãe depois do almoço de domingo. Cardápio: ENSOPADO DE CAMARÃO... Delícia das delícias! Fim de semana é sempre assim: um convite atrás do outro para enfiar o pé na jaca. Ontem teve aula. Almocei no Restaurante (natureba) Manjericão. Consegui fazer ZERO pontos no prato principal para DESCONTAR na sobremesa: uma torta de chocolates com morangos!!!! (Coro de anjos: ÓÓÓ...)

Como se tratava de um restaurante natureba de responsa e eu havia feito um prato ZERO PONTO, pude comer a minha torta sem susto porque ela havia sido feita com farinha de trigo integral, açúcar mascavo e canela (ui!)

Depois do almoço, aula de novo. Bateu aquele sonão, mas eu num pude nem beber um cafezinho porque o infeliz da copa da faculdade SEMPRE põe açúcar na garrafa térmica do café. Aí inviabiliza pra nóis, né?... A apresentação dos trabalhos me fez acordar até porque eu fui uma das que apresentei trabalho naquela tarde quase primaveril de sábado. Para quem não sabe, a minha faculdade fica à beira mar e a praia é sempre um convite a fuga dos estudos. Mas ninguém foge. Pelo menos não da minha turma.

YOU TO BE OR NOT YOU TO BE

Apresentei meu trabalho de narrativas multimidiáticas sobre o "vazamento" no Youtube do vídeo da professora do "Todo Enfiado". Aparentemente, o professor gostou da minha análise. Só falta agora apresentar o artigo sobre o caso, cuja entrega ele marcou para o dia 19 de outubro. Também tive o um encontro com a professora de Metodologia da Pesquisa Ana Spannemberg que fez algumas observações ao pré projeto do meu TCC. Tenho uma semana para fazer os ajustes propostos... Ulalá!

À noite teve "função" na casa de Nandão. Foi a "ressaca" do aniversário dele. O povo agora pegou essa mania: de fazer ressaca de aniversário! Ao chegar, fiquei logo sabendo que a tal professora do Tudo Enfiado não esta mais desempregada. Ela agora é a nova dançarina da banda O Troco, origem de todo esse problema, afinal foi num show dessa banda em que tudo aconteceu. Agora ela poderá dançar o Todo Enfiado tranquilamente a ainda RECEBER remuneração por isso. Acho que ela vai fazer mais sucesso do que na sala de aula.

Voltando à ressaca do niver de Nandão, pra variar, me entreguei pros bandidos! Caí matando nos patês de atum e de tomate seco com torradinhas de baguette. Pelo menos o refri era ZERO e também consegui resisti à macarronada. Fiquei apenas nas torradinhas com patê. Mas comi MUITASSSSSS...

Agora estou aqui no domingão, curtindo a preguiça depois do ensopado de camarão da mama e com a perspectiva de encerrar o fim de semana comendo uns caranguejos na companhia de uns amigos.

O resultado de tudo isso?

SÓ A BALANÇA DIRÁ...

Um comentário:

Magda disse...

Kkkk Oh, Sú! É a minha primeira visita ao teu blog.. e AMEI, viu? Quase me acabo de rir com isto:

"Para quem não sabe, a minha faculdade fica à beira mar e a praia é sempre um convite a fuga dos estudos. Mas ninguém foge. Pelo menos não da minha turma."

Pensando bem, acho que vou fugir um dia, pra mudar estas estatísticas aí..

Beijos!