quinta-feira, 12 de abril de 2007

DE VOLTA À MCLUHAN

Não sei se meus insanos e amados leitores sabem, estou fazendo um mestrado. E esta é uma das razões pelas quais estou acordada até essa hora e também o motivo pelo qual não tenho postado tanto ultimamente minhas asneiras cotidianas.
Embora fato de eu estar me preparando para ser MESTRE não seja condizente com o meu hábito de falar (e muito menos escrever) asneiras, continuo do mesmo jeito de sempre. Ainda não consegui atingir a postura empostada de alguns colegas que se deixaram picar pela MOSCA AZUL ACADÊMICA.
Tenho tido falta de tempo mesmo!
Alguns dos meus colegas de mestrado (sim, pasmem! Eles lêem O Faniquito) se queixaram de que eu não havia comentado sobre as aulas no blog. Conforme disse, esse espaço é destinado a avacalhar o meu avacalhado cotidiano. E eu não me atreveria a avacalhar esta nova atividade que arrumei pra minha vida, como se eu fosse a pessoa mais desocupada do mundo.
Fora a fumaça e o fedor de borracha queimada que emanam dos meus enferrujados miolos, voltar a estudar tem sido uma experiência deliciosa, apesar de estar me roubando VÁRIAS HORAS de sono, já que só consigo produzir algo quando TODOS aqui em casa estão dormindo.
Sim, porque além do mestrado na Ufba, estou cursando também a 6ª série do ensino fundamental no ISBA! Porque, além de voltar a estudar McLuhan (o meio é a mensagem, aldeia global e etc e tal), quando chego em casa, tenho que acompanhar as tarefas de Ciências, História, Geografia, Língua Portuguesa e outros bichos... Me divido entre McLuhan e outros pensadores e desenhar o mapa político da América Latina com seus respectivos países e capitais. E quando estou em altas elocumbrações filosóficas sobre a comunicação na era digital, tenho que aterrisar na pesquisa de Ciências sobre o jacaré da Amazônia. Eu nem sabia que no Rio Amazonas tinha jacaré... Pra mim era tudo pirarucu e boto cor-de-rosa. É duro querer ser mater et magistra...
Ultimamente minha vida parece uma ginkana. O pior é que a minha equipe está sempre em último lugar porque não consegue cumprir todas as tarefas dentro do prazo estipulado. E quando eu penso que a lista de tarefas acabou, surge uma nova. Às 16 horas o celular toca no escritório, eu em meio a uma reunião com clientes. Do outro lado uma voz, muito famliar manda a nova tarefa: "Preciso de quatro folhas de papel vegetal tamanho ofício! É pra amanhã". MOLE! Ligo pra secretária e peço para ela verificar no nosso fornecedor de papelaria tem o ítem solicitado. A resposta desanimadora é NÃO! Tento a livraria da escola. Também não tem! Final do expediente, lá estou eu na livraria do Shopping comprando um BLOCO de folhas de papel vegetal porque lá não vende a unidade.
HELP ME PLEASE, MEU SÃO MCLUHAN!!!
BEIJOCAS E TABOCAS ACADÊMICAS!

Um comentário:

Terse disse...

Agora simmmm!!!!

Postagem com cheirinho ACADÊMICO!!
E se quer saber... Leio "MERMO" O FANIQUITO!!!! rs

Nem asneira, ne besteira, nem cheiro de borracha queimada...

Para nós, mortais da academia, é um grande prazer partilhar um pouquinho da sua vida!!

Eu estou adorando as leituras do "O Faniquito" e principalmente de ser sua colega!!

E uma dúvida...no ar: Essa tal mosquinha aí.. Não me picou não né????? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Beijocas para vc!!!

Terse